sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Fisioterapia - Sessão I

Boas notícias! Nada de Torcicolo Congênito. A avaliação da fisioterapeuta, dra. Márcia, indicou que Caio contraiu o músculo do pescoço, provavelmente com um susto que deve ter levado - aliás, ele toma susto direto.

Ela explicou que, se fosse realmente um torcicolo, ele não estaria tão tranqüilo, e não deixaria que ela exercitasse o pescoço dele. Sentiria bastante dor, em vez do incômodo que sente.

A sessão foi rápida. "Bebês de até seis meses não toleram mais que 15 minutos de exercícios, ficam impacientes", explicou. Basicamente, o que a dra. Márcia fez foi alongamento. Exercícios simples, que eu posso, e devo, reproduzir em casa. Só não tinha segurança para fazer sem antes ter visto como era.


Claro que ele reclamou um pouco, então o ritmo dele foi respeitado. Cada vez que ameaçava chorar, ela parava, brincava um pouco e só depois continuava. Inclinou a cabeça pra esquerda, esticou os bracinhos ao longo do corpo, chamou a atenção dele para que virasse a cabecinha para a esquerda. A intenção é esticar o músculo que ficou contraído no lado direito do pescoço.

Temos outra sessão marcada para segunda-feira, mas já sinto melhoras. Caiozinho já está mexendo mais o pescocinho, e não parece sentir tanto incômodo. Continuo com os exercícios em casa, disfarçados de brincadeiras. Depois da segunda sessão, posto as novidades aqui.
Burp!
.

2 comentários:

Close up Store disse...

Olá. Minha filha de 5 meses está com o mesmo probleminha, mas ainda não a levei no médico. Ela dorme muito pro lado esquerdo desde que era novinha. Vou tentar estimular ára que ela fique para o lado direito pra ver se melhora um pouco.

Obrigada!

Shirley de Queiroz disse...

Oi Close up Store

Não foi tão difícil mesmo exercitar o pescoço do meu rapazinho. A gente só tem que ser delicada, para não machucar mais...
Talvez seja bom fazer uma consulta com um profissional, só pra ter certeza mesmo de que não é nada demais.
Depois volta aqui e conta como tá sua princesa... Meu rapaz está com dois anos e nunca mais apresentou o probleminha.